top of page

HACKNET chega ao Japão, um dos maiores alvos de grupos hackers da China e Rússia!


Japão na mira da arma de um atirador
Japão na mira de criminosos cibernéticos

O Japão tem sido alvo de ataques cibernéticos movidos por motivações políticas e econômicas, tendo como rivais países que estão entre os maiores agressores cibernéticos do planeta: China e Rússia.


James Lewis, vice-presidente sênior do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais de Washington, afirma que o Japão é o principal alvo das atividades cibernéticas chinesas.


O jornal The Washington Post publicou, no início de Agosto de 2023, que a China, que já possui a maior legião de hackers patrocinados pelo Estado no mundo, invadiram as redes de defesa do Japão e tiveram acesso profundo e persistente a planos, capacidades e avaliações de deficiências militares, entre outras informações sensíveis japonesas.


Em Julho de 2023 o porto de Nagoya, maior e mais movimentado porto do Japão, foi alvo de um ataque do ransomware LockBit, ligado ao grupo de criminosos russo.

Um ano antes o porto já havia ficado com seu site inacessível devido a um ataque de DDoS lançado pelo grupo pró-russo Killnet.


Em 2022 ataques comprometeram empresas das cadeias de suprimentos, levando inclusive a gigante Toyota a fechar 14 fábricas.

Hospitais e centenas de empresas de infraestrutura crítica também entrar para a lista de vítimas no Japão.


Leia também:

25 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page