top of page

Brasil na mira de ataques cibernéticos

Atualizado: 24 de abr.

Mira de uma arma apontando para a bandeira do Brasil.
Brasil escala no ranking dos países alvos de ataques cibernéticos.

Vivemos um tempo em que as guerras tradicionais, que envolvem soldados e armas físicas, estão gerando uma outra guerra paralela, a Guerra Cibernética, em que hackers utilizam seu avançados conhecimentos de tecnologia e inúmeras armas virtuais para atacar seu inimigo, tentando comprometer pontos estratégicos de sua rede de telecomunicações, sistemas e infraestruturas críticas.

Nesse contexto, tão importante quanto analisar os movimentos e ações físicas das tropas inimigas, é observar e analisar movimentações em território cibernético.


A HACKNET é uma rede de observação de tráfego internet que, atualmente, conta com pontos de presença em 17 países, coletando e analisando tráfegos de hackers proveniente do mundo todo.


Com o atual cenário de tensão devido à guerra entre Israel e Hamas, somado a grupos de hackers declarando Guerra Cibernética contra esses e outros países que declararem apoio tanto para um lado quanto para o outro, vemos o Brasil entrando para a lista de alvos cibernéticos.


Analisando os dados de tráfegos detectados pela HACKNET nos últimos 30 dias, pode-se perceber uma escalada na posição do Brasil no ranking dos 17 países que possuem pontos de presença e observação da HACKNET.


Gráfico mostrando a posição do Brasil nos últimos 30 dias
Posição do Brazil no Ranking de países que mais receberam tráfego hacker

Os últimos 10 dias mostram um notório movimento de aumento no interesse que o Brasil está despertando como alvo de hackers do mundo todo.


Observar os movimentos tanto em território cibernético inimigo quanto as movimentação dentro do nosso próprio território é de grande importância para que possamos identificar possíveis estratégias das mentes inimigas.


Leia também:

353 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page